Please reload

Posts Recentes

Acordei PCD, e agora?

November 29, 2016

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Como vai acessibilidade na cidade e nos comércios?

February 10, 2017

Porque será que a maioria das pessoas acha que, para a cidade ter acessibilidade é só colocar uma rampa na calçada? Vai muito além.

 

Falando nisso, como anda sua cidade em relação à acessibilidade? Recentemente o prefeito de São Paulo (não cadeirante) andou pelas calçadas de São Paulo numa cadeira de rodas para ver como está a realidade de PCDs (Pessoas com Deficiência) e ver quais medidas tomar para recuperar as calçadas. Veja reportagem completa aqui

 

Mas quando se fala em acessibilidade pelas cidades, não se trata somente de pessoas cadeirantes. Trata-se sim de: colocar piso tátil e sinalizadores para PCDs Visuais, colocar luminárias específicas para PCDs Auditivas, colocar rampas para PCDs Físicas (essas são algumas medidas a serem tomadas tanto pelas cidades quanto pelos comércios para terem acessibilidade para todo e qualquer tipo de PCDs). 

 

PCDs conseguem andar pelas calçadas? Conseguem atravessar uma rua? (os semáforos tem a sinalização para PCDs Visuais?) E restaurantes, hotéis, museus, cinemas e demais locais que qualquer pessoa PCD ou não PCD tem o direito de ir e vir? E dentro desses locais citados aqui, há também acessibilidade?

 

E nos comércios, como anda a acessibilidade? Qualquer tipo de PCD consegue entrar, andar, comprar e sair das lojas sem nenhuma barreira? Os comerciantes estão adaptando suas lojas para esse público?

 

Vou descrever aqui alguns lugares público e privado, do que precisam ter para se tornar acessível (que eu percebo em minha cidade): leitura em braile, pessoas que saibam conversar em libras, banheiros acessíveis, dentre outros itens.

 

Em conversa com alguns grupos de whatzap, pessoas de outros estados relataram-me o seguinte: carros que invadem as calçadas, jardins criados a frente de prédios para impedir o estacionamento, calçadas e ruas esburacadas dentre outros.

 

Um certo dia, escutei uma pessoa falar o seguinte para mim: “vocês PCDs são a "minoria" na população”. Será que é por isso que ainda há resistência sobre acessibilidade?  Mas olha que soma interessante que recebi: PCDs + IDOSOS + CARRINHO DE BEBÊ dão mais que a população considerada SEM deficiência. E nesses casos todos se beneficiariam utilizando a rampa, um dos exemplos.

 

Agora vou deixar a pergunta para vocês: sua cidade está precisando melhorar em que para ter acessibilidade?

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags