Please reload

Posts Recentes

Acordei PCD, e agora?

November 29, 2016

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Professor: o mais importante para formação de PCDs

November 9, 2016

Professor (a) ou docente é uma pessoa que ensina ciência, arte, técnica ou outros conhecimentos.

Para o exercício dessa profissão, requerem-se qualificações acadêmicas e pedagógicas, que os permitam transmitir/ensinar a matéria de estudo da melhor forma possível ao aluno. Veja aqui.

Porém, para ser professor tem que ter o dom e a empatia com os alunos. Não somente com os alunos considerados “normais”, mas principalmente ter um carinho especial aos alunos com algum tipo de deficiência.

 

Das minhas conversas com professores cheguei às seguintes respostas por parte deles:

 

  • Professores tem medo de não conseguir contribuir ou errar;

  • Alguns alunos com deficiência tinham dificuldades em aprendizado, só aprendiam o básico;

  • Os professores ficaram felizes e surpresos com o desenvolvimento do aluno PCD, porém apreensivos, pois os mesmos alegaram que não possuíam muitas informações;

  • Alguns professores alegaram que tiveram problemas entre alunos e outros professores alegaram que nunca tiveram problemas dentro de sala entre alunos não PCDs e PCDs;

  • Alguns desses professores já não lecionam mais, mas os que lecionam ainda têm receios por não ter todas as informações necessárias em como lidar com deficientes;

  • Os professores quando encontram seus ex-alunos e veem trabalhando ficam felizes e se sentem realizados em seus papéis como professores, quer dizer que conseguiram se realizar profissionalmente, mesmo com todas as barreiras.

 

Bom, agora vou dar umas dicas aos professores/docentes para terem mais sucesso e menos preocupações, vamos la:

 

Hoje em dia é fácil ver PCDs conversando com as mãos, ou seja, são deficientes auditivos ou escreverem em braile, os chamados deficientes visuais. Mas para esses dois casos existem:

 

Alfabeto em Libras

 

 

Alfabeto em Braille

 

Além de existir alfabeto em braile, como citei acima, também existe o TDD (Telephone Device for Deaf), o chamado telefone para surdos veja texto todo aqui e a foto do telefone aqui abaixo:

 

 

Como seria interessante se além dos professores, os alunos também soubessem conversar por esses dois meios de comunicação com os alunos PCDs.

Além dos professores saírem ganhando em aprendizados com PCDs, os próprios alunos estariam aprendendo a falar com esses deficientes, fazendo a “inclusão” e assim ajudando seus colegas PCDs.

Existem também outros tipos de deficientes, como: intelectuais, ou chamados de deficientes mentais: funcionamento intelectual significativamente inferior à média, com manifestação antes dos dezoito anos e limitações associadas a duas ou mais áreas de habilidades adaptativas; deficiência múltipla - associação de duas ou mais deficiências. clique aqui

 

E todo e qualquer tipo que seja de aluno com deficiência é necessário que o professor seja: atencioso, carinhoso, compreensivo.

 

Ana Bracarense PCD

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags